O SiSU é bem conhecido daqueles que fazem o ENEM, sendo o sistema usado pelo MEC para informatizar e centralizar as informações sobre os resultados do exame. Vamos tentar entender em mais detalhes o SiSU e como ele pode ser usado

O que é o SiSU?

O SiSU é uma sigla para Sistema de Seleção Unificada. Ele é um sistema criado e gerenciado pelo Ministério da Educação (MEC) onde instituições públicas de ensino superior oferecem vagas para candidatos do ENEM, o Exame Nacional do Ensino Médio.

Em resumo, o SiSU é um banco de dados de vagas para estudantes do Brasil inteiro, possibilitando um acesso facilitado às informações sobre onde estão as vagas para diferentes cursos.

Como funciona o SiSU?

O SiSU tem um processo que funciona com uma etapa única e simples. O candidato que prestou o ENEM deve escolher no momento da inscrição até duas opções de vagas ofertadas pelo SiSU. Essas vagas podem ser ofertadas em três modalidades: vagas de ampla concorrência, vagas reservadas pela Lei De Cotas ou vagas destinadas à políticas afirmativas. O candidato passará então a concorrer a essas vagas com outros estudantes.

Qual a diferença entre vagas de ampla concorrência, vagas para ações afirmativas e vagas para a Lei de Cotas?

As vagas de ampla concorrência são as vagas disponíveis para qualquer candidato do ENEM. Isso significa que qualquer aluno que tenha prestado o ENEM pode se candidatar a essas vagas, sem qualquer limitação.

Já as vagas reservadas para ações afirmativas são aquelas destinadas à políticas específicas das universidades, tais como vagas para portadores de deficiência, transgêneros, entre outras. Não são todas as universidades que tem esse tipo de vaga, e você tem que se encaixar nas regras para poder se candidatas.

Já as vagas destinadas para a Lei de Coras são obrigatórias para todas as universidades com metade das vagas voltadas para cotas raciais ou estudantes de escolas públicas. O aluno deve se encaixar no perfil e nas regras estabelecidas para poder se candidatar a essas vagas.

SiSU

O SiSU é o sistema informatizado do Ministério da Educação, simples de uso para os estudantes que passaram pelo ENEM. (Foto: MEC)

Posso trocar minhas opções?

Quem se inscrever em uma vaga no SiSU pode trocas as opções, e será válida a última inscrição confirmada. Ou seja, após se inscrever em uma vaga, você pode trocar sua inscrição para outra vaga, caso tenha esse desejo.

Como funciona o processo de seleção do SiSU?

Depois de passada a etapa de inscrição, o sistema irá selecionar automaticamente os candidatos que estão melhor classificados em cada um dos cursos de acordo com a nota no ENEM, pesos atribuídos ou bônus. Dentro do número de vagas, os candidatos classificados com as melhores notas são então aprovados pelo SiSU em cada tipo diferente de incrição (ampla concorrência, políticas afirmativas e cotas) para cada um dos cursos. Uma chamada é então feita para que o candidato confirme a ocupação da vaga. Em outras palavras, quem tem as melhores notas vai passando para as vagas.

Após esse processo, o candidato poderá estar em 3 situações diferentes: selecionado em 1ª opção, selecionado em 2ª opção ou na lista de espera.

Selecionado em 1ª opção

Candidato terá apenas uma oportunidade para a matrícula, e deve estar ciente dos prazos para não perder sua vaga.

Selecionado em 2ª opção

Pose escolher ficar na lista de espera do curso que escolheu como primeira opção ou se inscrever na segunda opção, caso tenha sido chamado. Ao se matricular na primeira opção, o candidato automaticamente sai da segunda opção.

Lista de Espera

A lista de espera é disponibilizada após a chamada do processo seletivo, e é usada para preencher vagas que não foram ainda ocupadas. O candidato deve entrar no SiSU e mostrar seu interesse pelas vagas da lista de espera, desde que não tenham sido selecionados em nenhuma das opções para as quais se candidataram e o candidato só é chamado se houver vaga disponível.

Quais são as instituições que participam do SiSU?

Você pode verificar uma lista das instituições e dos cursos que aceitam a nota do ENEM pelo SiSU no próprio site do SiSU.

Esperamos que não tenha ficado qualquer dúvida, mas se você ainda tiver alguma pergunta, deixe nos comentários abaixo!

Deixe um comentário

  • (não será divulgado)